Enviar mensalmente os extratos de todas as contas bancárias (conta corrente, aplicação) de todos os bancos que a empresa possua;
Sempre que forem realizados empréstimos bancários deve ser enviado a cópia do contrato;
Enviar uma cópia do contrato do aluguel, caso o imóvel em que a empresa esteja instalada, seja locado;
Comprovantes de pagamento de água, luz, telefone e demais despesas que estejam em nome da empresa.

Sim. Qualquer pagamento efetuado pela empresa com devido comprovante de aquisição deve ser enviado para contabilidade, se não pode
ser considerado como pago

Sim. Bancos emitem no momento da antecipação o documento referente à operação, a qual, deve ser contabilizado para apropriação das
devidas despesas.

Documentos particulares , ou que não estejam em nome da empresa.

Sim, porém, somente serão lançados como despesa se houver identificação da empresa compradora, com nome e CNPJ destacado no cupom
fiscal.

Não. Para ser contabilizado, deve ser solicitado Nota Fiscal M1.

Sim. Qualquer bem adquirido pela empresa deve ter tratamento contábil, pois vai fazer parte do ativo da empresa.

Primeiro passo é fazer uma triagem dos documentos a quais são hábeis para escrituração. Depois de lançados são arquivados em espaço próprio no período de 1 ano. Logo após são devolvidos ao cliente, para arquivamento na própria empresa.

São feitos balancetes periódicos para análise (inclusive quando solicitado por bancos), é elaborado o Balanço Patrimonial com as
devidas demonstrações e em seguida são emitidos os livros contábeis (razão e diário) que serão assinados pela empresa e contador responsável.